Indústria Química

As atividades industriais possuem diversos processos da cadeia de produção em que a dinâmica dos fluídos e particulados estão presentes. O conhecimento detalhado desses processos são essenciais para se ter uma cadeia produtiva de alto rendimento, eficiência energética e pequenas perdas. O que reflete diretamente na lucratividade e vida financeira saudável da empresa. Nesta abordagem poupar recursos com experimentos, otimizar processos para aumentar o rendimento e diminuir perdas devem ser uma busca constante no ambiente industrial. Assim, dentre as ferramentas utilizadas para tal finalidade a Fluidodinâmica Computacional (CFD) apresenta-se como uma metodologia numérica moderna e poderosa nos estudos que buscam a maior rentabilidade do negócio. Dentre diversas situações em que o CFD pode ser aplicado tem-se como exemplo o estudo de reatores com objetivo de otimizar a eficiência, projeto, otimização e análise de sistemas de mistura para melhorar a eficiência de mistura do equipamento e diminuir o consumo de energia, projeto e otimização de bombas, sistemas de transporte pneumático, eficiência energética de trocadores de calor, sendo apenas algumas das inúmeras aplicações.

Aplicações
* Simulações em sistemas de agitação e mistura.
* Estudos de escoamentos em tubulações industriais.
* Trocadores de calor.
* Simulação de reatores, sistemas empacotados e fluidizados.
* Reatores químicos.

Petroquimica

Simulação de separador gás-líquido para melhorar a eficiência de separação.